Costuma sofrer de dor no ombro? Conheça as causas mais comuns desta dor e o que deve fazer para aliviar a mesma.

O ombro é uma das formações musculoesqueléticas mais importantes do corpo. Sempre que levanta a sua chávena de café, agarra um livro numa prateleira alta, ou acena um “olá” para alguém, está a usar a articulação complexa do seu ombro. Quase todo o movimento que fazemos com as mãos e os braços afeta o ombro, porque o ombro humano é a articulação mais móvel do corpo. Essa mobilidade fornece à extremidade superior uma tremenda amplitude de movimento. No entanto, o design anatómico que torna essa articulação tão versátil também a torna vulnerável e a dor no ombro pode tornar um ato simples, como escovar o cabelo, num ato doloroso.

O ombro pode mover-se em tantas direções, porque é uma articulação de esfera e uma cavidade relativamente rasa, na qual a “bola” (o úmero, a parte superior do osso do braço) é maior do que a cavidade (glenoide) na qual se encaixa.

Constituição do ombro | Holmes Place

A grande mobilidade coloca o ombro ao mesmo tempo num risco de instabilidade, fazendo com que o ombro seja a articulação mais frequentemente deslocada do corpo. A sua anatomia única também o torna suscetível a entorses e luxações, bem como a uma variedade de lesões por uso excessivo. Alguns dos fatores que predispõem os ombros à lesão são diferenças anatómicas herdadas, enquanto outros são comportamentais.

Anualmente, cerca de 1% dos adultos terão uma consulta médica devido a uma dor de novo no ombro.

Na maioria dos casos, os problemas no ombro são lesões por uso excessivo. Alguns problemas envolvem os músculos do ombro, enquanto outros são realmente sobre as conexões das articulações.

A causa mais comum de dor no ombro é a coifa dos rotadores, responsável por mais de dois terços dos casos. As lesões da coifa dos rotadores são geralmente causadas por movimentos repetitivos acima do nível da cabeça, normalmente geradas através de trabalho manual ou desporto.

Mas a dor no ombro nem sempre é causada por um problema na articulação do ombro; também problemas no pescoço podem causar dor sobre a escápula ou na parte superior do braço.

Quando se deve consultar um médico?

A dor no ombro acompanhada por dificuldade em respirar ou sensação de aperto no peito pode ser um sintoma de um enfarte do miocárdio e requer atenção médica imediata.

Procure atendimento médico imediato se a dor no ombro for causada por uma lesão e for acompanhada de:

  • Uma articulação que parece deformada
  • Incapacidade de usar a articulação ou afastar o braço do corpo
  • Dor intensa
  • Edema (inchaço) repentino

Marque uma consulta com o seu médico se a dor no ombro for acompanhada por:

  • Edema (Inchaço)
  • Vermelhidão
  • Sensibilidade e calor ao redor da articulação

Eis algumas dicas para melhorar a mobilidade e aliviar a dor no ombro

Dicas para melhorar a dor no ombro | Holmes Place
  • Não trabalhe com dor aguda, esta é a maneira do seu corpo lhe dizer para parar o que está a fazer.
  • Aqueça o seu corpo e ombros antes de fazer exercícios de força.
  • Comece com exercícios de mobilidade do ombro e depois passe para o fortalecimento e o alongamento.

Podemos dividir o ombro em três partes: a frente (deltoides anteriores), o meio (deltoides laterais) e as costas (deltoides posteriores). Muitas vezes somos fortes na frente dos ombros, mas muito fracos no meio e nas costas. Concentre-se em fortalecer as costas e os lados dos ombros e esticar a frente dos ombros.

Thordis Berger

CMO – Chief Medical Officer – Portugal

Referências Bibliográficas

______________________________

Quillen DM, Wuchner M, Hatch RL. Acute shoulder injuries. Am Fam Physician. 2004 Nov 15. 70(10):1947-54.

Murphey RJ. Shoulder pain. BMJ Clin Evid. 2010; 2010: 1107.

Mitchell C et al. Shoulder pain: diagnosis and management in primary care. BMJ. 2005 Nov 12; 331(7525): 1124–1128.

24h LIVE STATS

  • 112,270
  • 1,050,938
  • 20,202
error: Content is protected !!