Connect
To Top

Óleo de Coco e as doenças cardíacas

Hoje dedico o artigo ao óleo de coco e às suas vantagens… Agora relacionadas com as doenças cardíacas.

Ainda não me rendi ao óleo de coco. E são várias as fontes que o ‘dão’ como milagroso… Mais saudável e de consumo diário recomendado…

Foi efetuado um estudo, por investigadores da Universidade de Cambridge, com a ajuda de 94 voluntários entre os 50 e os 75 anos e com o objetivo de determinar o efeito do consumo regular de gorduras nos níveis de colesterol. Chegou-se à conclusão que o óleo de coco reduz o risco de doenças cardíacas e enfartes.

Os cientistas dividiram os participantes, que não tinham historial de doenças cardíacas ou diabetes, em três grupos. Os níveis de colesterol ( HDL e LDL ) foram medidos por analises de sangue antes do estudo.

Um grupo ingeriu cerca de 3 colheres de sopa de óleo de coco por dia durante 4 semanas, outro grupo consumiu azeite na mesma proporção e outro manteiga sem sal.

Nos resultados ficou demonstrado que o grupo que consumia manteiga sem sal teve um aumento de 10% de LDL ( mau colesterol ). Os que consumiram azeite tiveram uma ligeira descida nos níveis de mau colesterol e um aumento de 5% de HDL ( o bom colesterol ). Mas, os efeitos mais surpreendentes foram registados no grupo que consumiu óleo de coco… Não apresentaram aumento nos níveis do mau colesterol e ainda registaram uma media de crescimento de 15% de bom colesterol.

Os investigadores afirmam então que se o consumo diário de óleo de coco pode aumentar os níveis de bom colesterol ( HDL ), significa que pode também diminuir o risco de doenças cardíacas e enfartes causados pelo mau colesterol. Kay-Tee Khaw, autora do estudo, embora não consiga determinar com certeza a razão para tal acontecer, acredita que o facto da principal gordura  saturada no óleo ser o ácido láurico e este ter impacto biológicos no sangue diferente de outros lipidos.

Imagem

http://www.bbc.com/news/health-42608071

Source link

More in LIFESTYLE