Entre os nutrientes essenciais para o nosso corpo, a água é o elemento fundamental para uma hidratação saudável.

A água é o maior componente do nosso organismo. Cerca de 75% do corpo humano é constituído por água. Além de ser o principal elemento do nosso corpo, a água desempenha uma função de transporte. Por um lado, transporta os nutrientes para as células. Por outro lado, é a via de transporte para eliminar as substâncias tóxicas. A água é ainda responsável por regular a temperatura corporal e participa em diversas reações que ocorrem no nosso corpo. Uma boa hidratação do organismo é fulcral para a saúde e para o bem-estar.

Através das funções fisiológicas normais como a transpiração, exalação de vapor de água pela respiração, urina e fezes, perdemos entre 1800 e 2300 ml/dia de líquidos.

As necessidades de cada pessoa são variáveis, dependendo por exemplo do clima (temperatura ambiente), atividade física ou a idade. Uma regra prática para manter uma boa hidratação ao longo do dia é a ingestão de 8 copos de 250 ml /dia de líquidos, de preferência água. Em caso de exercício intenso as perdas de água são maiores, assim como se o exercício é praticado em clima quente e com uma humidade elevada. Assim, nestas circunstâncias deve pesar-se antes e depois do exercício e repor a hidratação de acordo com a perda de peso.

A importância da hidratação | Holmes Place

Por cada meio quilograma perdido deve beber dois copos de líquidos. A cor da urina pode dar-nos igualmente uma indicação se estamos a beber líquidos em quantidade suficiente: uma cor transparente ou incolor, clara e sem cheiro indica uma ingestão em quantidades adequadas.

Toda a atividade física faz com que o organismo perca água, mas nem sempre é necessária a reposição de glicose e sais minerais. A reposição de eletrolíticos apenas será necessária em caso de exercícios de intensidade intensa e prolongada (mais do que 1h/dia), ambientes muito quentes e/ou húmidos. Assim, a melhor reposição da perda de hidratação na maioria dos casos é a água.

A adequada hidratação é extremamente importante porque a desidratação é uma das principais causas da fadiga e das cefaleias associadas à fadiga. Além disso, uma boa hidratação reduz o risco de litíase renal (pedras renais) e pensa-se existir menor risco de cancro do colón e da bexiga. 

Há pessoas que não gostam muito do sabor da água. Um truque é dar sabor e cor à água, como por exemplo as águas aromatizadas, com rodelas de limão e/ou pepino, folhas de hortelã ou um pau de canela. Por outro lado, a versatilidade das tisanas e dos chás permite criar bebidas refrescantes ou quentes, dependendo da altura do ano e do gosto de cada um.

Mas não é apenas com a ingestão de água que podemos garantir uma boa hidratação: sopa, fruta e legumes são alimentos que complementam a ingestão de líquidos.

Thordis Berger

Chief Medical Officer – Holmes Place Portugal

PUBLICIDADE

24h LIVE STATS

  • 1,034,951
  • 21,310

LANGUAGE

Em destaque

error: Content is protected !!